O projeto

OO objetivo deste projeto é mobilizar os consumidores e os produtores locais para o aproveitamento do potencial das raças autóctones, das variedades regionais e do receituário tradicional a elas associado e, ao mesmo tempo, promover os circuitos curtos de comercialização, sensibilizar a sociedade para o consumo sustentável e para a manutenção dos agrossistemas locais como fatores de desenvolvimento e de resiliência dos territórios rurais.
A ARDAL–Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima, através do centro de promoção dos produtos locais na Porta do Mezio, concentra no mesmo espaço todos os produtos endógenos deste território de eleição. Nesse espaço promove degustações, workshops, ações de visitação a produtores locais, divulgação de produtos, ações de sensibilização e educação para o gosto e para o resgate do verdadeiro sabor dos alimentos.

Porta do Mezio

Diz quem sabe...


"Quem sobe à serra do Soajo, encaixada entre os socalcos de Sistelo e o espelho cristalino das águas do Lima, encontra na porta do Mezio uma espécie de manjar dos Deuses que cala para sempre o jejum de uma vida inteira!
A começar, aquelas pataniscas de bacalhau com broa de milho tostada e chouriça assada fazem prever o que aí vem!... Segue-se a caçoula de arroz de feijão tarreste ladeada de uma travessa de barro com a posta de cachena suculenta e tenra que o acompanha. Uma delícia!…
Depois o leite creme queimado à férrea, o café da chicolateira negra como piche e os charutos de ovos, trazem-nos à memória os momentos festivos dos bons tempos da nossa infância.
Saciados e de alma cheia ficamos por ali envolvidos numa atmosfera mágica onde se misturam saberes, sabores e tradições que há muito julgávamos perdidos…"
Anabela Pinho

Comércio justo

Garantimos ao produtor a merecida remuneração do seu trabalho e contribuimos para o desenvolvimento integral das comunidades locais, com sustentabilidade económica, social e ambiental

Sustentabilidade

Conservamos a agrobiodiversidade e o património genético das espécies autóctones e das variedades regionais

Etnoconservação

Contribuimos para a sobrevivência das comunidades humanas tradicionais, das suas artes e ofícios, cultura e modos de vida

Ecogastronomia

Privilegiamos o uso de ingredientes frescos e sem agrotóxicos ou conservantes químicos, valorizamos os sabores locais, a consciência ambiental e a responsabilidade social.

Ementa

Receituário tradicional baseado exclusivamente em produtos da época, adquiridos diretamente a produtores do PNPG e da Reserva Mundial da Biosfera Gerês/Xurés.

Ao consumir os nossos produtos está a ajudar a D. Maria que produz feijão tarreste, o Sr. Paulo que produz vaca cachena, o Sr. Alberto que produz galinhas autóctones, o Sr. Ivo que produz porco bísaro ou a D. Aurora que produz couve galega... Venha conhecê-los, falar com eles e perceber como é heroica a vida destes verdadeiros guardiões de biodiversidade!

Reserve a sua mesa

Contacto/Informações

Formulário de contacto